Geral

Jornalistas são libertados na Líbia e no Irã

Da Redação ·
O governo líbio soltou quatro jornalistas estrangeiros hoje e uma quinta ganhou a liberdade no Qatar após ter desaparecido enquanto estava na Síria. São os últimos repórteres a serem libertados após as detenções realizadas na cobertura das manifestações do Oriente Médio. Os americanos Clare Morgana Gillis e James Foley, o freelancer britânico Nigel Chandler e o fotógrafo espanhol Manuel Varela apareceram em um hotel de Tripoli ao serem libertados após seis semanas de prisão na Líbia. Mais cedo, a jornalista nascida no Irã Dorothy Parvaz, que também possui cidadania norte-americana e canadense e trabalha para a rede de TV Al Jazeera, chegou à sede da empresa em Doha após ser libertada pelo Irã. Todos os cinco apresentavam boa saúde. As informações são da Associated Press.
continua após publicidade