Geral

Alckmin quer antecipar estações da Linha 4 para outubro

Da Redação ·
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou que o Estado antecipará a inauguração das estações República e Luz, da Linha 4-Amarela da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô). "Nós estamos procurando antecipar de dezembro para, no máximo, outubro a entrega das duas estações". Com a abertura das novas estruturas, a expectativa é de que, no segundo semestre, a Linha 4 passe a funcionar em horário normal, das 4h40 até a meia-noite. "Nós vamos tentar fazer com que vá até a meia-noite o mais rápido possível", disse Alckmin. Atualmente, o horário de funcionamento das estações da Linha 4 é das 4h40 até as 15h. A linha ainda não opera nos fins de semana, o que também deve passar a ocorrer a partir do segundo semestre. A Linha 4 foi inaugurada em maio de 2010, com a abertura das estações Paulista e Faria Lima. Alckmin participou hoje da inauguração da estação Pinheiros. O governador também prometeu antecipar a integração da unidade com a Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) para o dia 2 de junho. A previsão inicial do governo de São Paulo era de que a conexão ocorresse em 30 de junho. "Em 15 dias, a integração estará concluída", disse o tucano, após inaugurar a nova estação. Ao chegar ao evento, o governador enfrentou um protesto de cerca de 20 manifestantes, entre eles parentes de vítimas do acidente que matou sete pessoas em 12 de janeiro de 2007. Na ocasião, problemas na obra abriram uma cratera de 80 metros de diâmetro no local onde hoje está a estação. A tragédia atrasou em quase três anos a conclusão do projeto e obrigou a remoção de famílias que moravam na região. Ao todo, sete imóveis foram demolidos e cerca de 70 ficaram interditados por semanas. Higienópolis O secretário de Transportes Metropolitanos do Estado, Jurandir Fernandes, voltou a afirmar que a mudança do local da estação Higienópolis da futura Linha 6-Laranja do Metrô não aconteceu por pressão dos moradores do bairro. Ele disse que um dos principais objetivos da nova estação será de atender aos estudantes da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap). De acordo com Fernandes, o governo estadual estuda construir a nova estrutura na Rua Sergipe, com uma passagem subterrânea para a universidade.
continua após publicidade