Geral

Strauss-Kahn alegará inocência, diz advogado

Da Redação ·
O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional(FMI), Dominique Strauss-Kahn, vai alegar inocência de todas as acusações contra ele depois de ter sido preso por agressão sexual e tentativa de estupro, afirmou seu advogado neste domingo. Strauss-Kahn foi preso pela polícia de Nova York ontem depois de ter sido acusado de agressão sexual por uma funcionária de um hotel. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade