Geral

Assaltantes fazem arrastão e atiram dentro do metrô

Da Redação ·
 Assaltantes fazem arrastão e disparam um tiro dentro do metrô
fonte: Marco Antonio Teixeira - Agência O Globo
Assaltantes fazem arrastão e disparam um tiro dentro do metrô

Pelo menos cinco bandidos, que aparentavam ser menores de idade, fizeram um arrastão por volta das 21h15m de quinta-feira dentro de uma composição da Linha 1 do metrô, entre as estações Praça Onze e Estácio. Foi o primeiro caso em 32 anos da Linha 1. Durante a fuga, pelos trilhos, um dos bandidos disparou dentro do túnel, mas ninguém se feriu. Os assaltantes levaram bolsas, celulares e relógios dos passageiros. Até o fim da noite, os criminosos ainda não haviam sido encontrados pela polícia.

continua após publicidade

De acordo com testemunhas, os assaltantes entraram no metrô pela Linha 2, na Estação Maria da Graça, e chegaram à Linha 1 depois de fazerem baldeação na Central do Brasil. Agrupados no último vagão, os ladrões anunciaram o assalto logo depois que a composição partiu da Praça Onze.

- Os bandidos mandaram os passageiros se jogarem no chão. Tentei lutar com um deles para proteger a minha mochila. Mas ele colocou a arma no meu rosto. Perdi celular e a mochila - contou a estudante Camila Amorim Carneiro, uma das vítimas.

continua após publicidade

Composição ficou parada entre duas estações

O pânico provocado pelo anúncio do assalto fez com que os passageiros tentassem fugir para outros vagões, pelas portas de comunicação. De acordo com testemunhas, uma mulher acionou uma trava de segurança. Nesse momento, a composição parou entre as duas estações.

- Os assaltantes mandaram que fôssemos rápidos e jogássemos os pertences sobre os bancos do vagão. Eram muito novos e estavam nervosos. Ficamos com medo de que eles atirassem - contou uma advogada, que não quis se identificar.

continua após publicidade

A Estação Estácio foi esvaziada por seguranças do metrô e os alto-falantes só anunciaram o restabelecimento da circulação dos trens às 22h02m. De acordo com a concessionária Metrô Rio, a Linha 1 ficou parada entre Central e Saens Peña das 21h15m às 21h50m.

Quatro policiais militares entraram no túnel e procuraram os assaltantes, mas não tiveram sucesso.

- No Estácio, quando as portas se abriram, as pessoas saíram correndo. Muita gente caiu e alguns, com medo dos tiros, tentaram se abrigar atrás de pilastras - contou a jornalista Sônia Ataíde.