Geral

Anticoncepcionais na adolescência geram dúvidas

Da Redação ·
 Pílulas e vários outros dispositivos anticoncepcionais estão à disposição das mulheres
fonte: Delair Garcia - Tribuna do Norte - Diário do Paraná
Pílulas e vários outros dispositivos anticoncepcionais estão à disposição das mulheres

A pílula anticoncepcional pode ser considerada uma das maiores conquistas do universo feminino, ao desvincular a atividade sexual da procriação. A menarca, primeira menstruação, marca a passagem dos tempos de menina ao de mulher.

continua após publicidade

Com o corpo em plena transformação, muitas dúvidas surgem, principalmente em relação aos contraceptivos.
A idade média em que as meninas começam a procurar os consultórios ginecológicos em busca de orientação sobre a vida sexual está entre os 14 a 16 anos, segundo o ginecologista Ribamar Maroneze, de Apucarana. Entre os motivos, segundo ele, estão o início da atividade sexual, ciclos menstruais irregulares, cólicas durante a menstruação e a famosa TPM (tensão pré-menstrual).

continua após publicidade


As dúvidas mais comuns das adolescentes quando o assunto é o uso de anticoncepcionais, segundo especialistas da área, são basicamente três: se engordam, se faz bem para pele e se é eficaz como contraceptivo. “Os anticoncepcionais não engordam, podem melhorar a aparência da pele e são eficientes contra gravidez, se for tomado direitinho”, frisa a ginecologista Cleonice Yoshii, de Apucarana.

Leia a matéria completa na edição de domingo (08) da Tribuna do Norte - Diário do Paraná.