Geral

Desabrigados pela chuva em Pernambuco começam a receber doações

Da Redação ·
Desabrigados pela chuva em Pernambuco começam a receber doações
fonte: Bobby Fabisak/JC Imagem/AE
Desabrigados pela chuva em Pernambuco começam a receber doações

O Corpo de Bombeiros de Pernambuco, no Nordeste do país, começa a receber, nesta quinta-feira (5), doações para a população atingida pelas chuvas no Estado. Inicialmente, os pontos de coleta receberão apenas cestas básicas, galões de água potável de 10 ou 20 litros, fraldas descartáveis e leite em pó. A ideia é também estimular empresas do comércio e da indústria a fazerem doações de volumes maiores, que facilitem o transporte e a distribuição.
Veja fotos da chuva em PE

continua após publicidade

No final da tarde da quarta-feira (4), a Defesa Civil local confirmou a segunda morte no Estado causada pela chuva. Um homem de 47 anos, morador da zona rural do município de Jaqueira, morreu na terça-feira (3) soterrado em um deslizamento de barreira que atingiu sua casa. Ainda segundo a Defesa Civil, 3.934 famílias estão desabrigadas (que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos) e outras 7.184 desalojadas (que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares). Dez municípios decretaram situação de emergência. A estimativa é de 74.783 pessoas afetadas pelas águas.

Menos de um ano depois de enfrentar enxurradas que deixaram 26 mil desabrigados e 20 mortos, a zona da Mata pernambucana voltou a conviver com inundações e medo. O transbordamento das águas dos rios que cortam a região - Una, Capibaribe, Pirangí e Mundaú - atingiu municípios.

continua após publicidade

Na segunda-feira (2), uma mulher de 21 anos foi soterrada quando uma barreira caiu sobre sua casa, no bairro dos Estados, no município metropolitano de Camaragibe.

O prefeito de Água Preta, Eduardo Passos (PSB), um dos municípios em emergência, disse que a situação não chega a se comparar com 2010, mas é muito grave. Ele estima que 2.000 pessoas estejam desabrigadas no município.

- Na parte baixa da cidade, cerca de 70% foi inundada pelo rio Una e na parte de cima, um deslizamento de barreira colocou em risco 51 famílias, que foram retiradas de suas casas.  Alagoas

continua após publicidade

Três municípios alagoanos (Japaratinga, Jacuípe e Colônia Leopoldina) anunciaram a situação na última terça-feira. Com isso, sobe para nove o número de municípios neste Estado.

Os outros municípios que foram drasticamente atingidos em Alagoas pelas cheias são Jundiá, Novo Lino, São Luis do Quintunde, São Miguel dos Milagres, Campestre e Porto de Pedras. De acordo com a Defesa Civil de Alagoas, as regiões mais afetadas ficam nas bacias dos rios Manguaba (e seus afluentes) e Jacuípe.