Geral

Aprovação a Obama sobe após morte de Bin Laden

Da Redação ·
A popularidade do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, teve um grande aumento após o ataque militar que matou o líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden. A taxa de aprovação dele cresceu 11 pontos porcentuais, revelou hoje uma nova pesquisa, realizada pelo jornal The New York Times e pela CBS News. Dentre os entrevistados, 57% aprovaram o trabalho do presidente, enquanto no mês passado a aprovação era de 46%. O maior aumento se deu no tópico luta contra o terrorismo, com 72% dos entrevistados aprovando o trabalho de Obama. Em agosto de 2010, apenas 51% tinham respondido a favor do presidente americano. A pesquisa confirma outro levantamento divulgado ontem pelo Instituto Pew e o jornal The Washington Post, revelando que a taxa de aprovação de Obama aumentou 56% nesta semana, ante 47% em abril. A pesquisa feita da CBS-New York Times, por telefone, entrevistou 532 adultos na segunda e terça-feira e descobriu que oito entre dez apoiaram a forma com que Obama conduziu a perseguição a Bin Laden, encurralado e morto em um ataque ao seu esconderijo no Paquistão. A pesquisa mostrou que a maior parte do aumento da popularidade de Obama veio do apoio de republicanos e independentes. Entre os independentes, sua taxa de aprovação aumentou 11 pontos porcentuais desde o mês passado, chegando a 52%; enquanto que entre os republicanos aumentou 15 pontos, chegando a 24%. Já entre os democratas, Obama alcançou 86% de aprovação, ante 79% no mês passado. No entanto, a pesquisa mostrou que o mal-estar em relação à economia continua, com apenas 34% dizendo que aprovam a maneira com que Obama enfrenta a alta taxa de desemprego, a crise da dívida e o aumento do preço da gasolina. No mês passado, 38% aprovavam a performance de Obama na economia. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade