Geral

Síria intensifica intimidação contra manifestantes

Da Redação ·
Sob forte condenação internacional por sua sangrenta repressão contra os manifestantes, o governo da Síria está expandindo uma silenciosa campanha de intimidação para manter as pessoas longe das ruas, afirmam ativistas dos direitos humanos. Eles relatam um forte aumento das prisões arbitrárias e desaparecimentos sem explicação, incluindo pessoas que são retiradas de suas casas e locais de trabalho no meio do dia. Um importante ativista de um bairro nobre de Damasco foi jogado dentro de um carro após ser espancado por oficiais de segurança. "As cidades sírias testemunharam nos últimos dias uma intensificação das ações das autoridades que estão prendendo qualquer um com potencial de realizar protestos", disse Ammar Qurabi, que preside a Organização Nacional para os Direitos Humanos na Síria. "As detenções transformaram a Síria numa grande prisão", disse ele, que estima que mais de 1 mil pessoas tenham sido detidas desde sábado em ações de porta a porta em todo o país. A intensificação da repressão vai enfrentar seu grande teste na próxima sexta-feira, o principal dia de protestos no mundo árabe. Mas já há sinais de que os protestos vão continuar. Milhares de pessoas se reuniram hoje na cidade costeira de Banias, exigindo liberdade e a queda do regime autoritário sírio, disseram duas testemunhas. As informações são da Associated Press.
continua após publicidade