Geral

Morre, aos 114 anos, o homem mais velho do mundo

Da Redação ·
Morreu ontem, aos 114 anos, Walter Breuning, o homem mais velho do mundo. Ele faleceu de causas naturais em um hospital de Great Falls, disse Stacia Kirby, porta-voz do Rainbow Senior Living, asilo de anciãos em que ele vivia. Breuning estava hospitalizado desde o início do mês com uma enfermidade não revelada. Ele era 26 dias mais jovem que Besse Cooper, da Geórgia, considerada pelo Grupo de Investigação Gerontológica de Los Angeles a pessoa mais velha do mundo, com 114 anos. Em entrevista à Associated Press no ano passado, Breuning atribuiu sua longevidade a fazer somente duas refeições ao dia, trabalhar o máximo que conseguir e sempre aceitar as mudanças, especialmente a morte. "Todos vamos morrer. Algumas pessoas temem morrer. Nunca tenha medo de morrer, porque se nasce para morrer", disse. Breuning nasceu em 21 de setembro de 1896 em Melrose, Minnesota, e passou seus primeiros anos em De Smet, na Dakota do Sul. Jovem, ele mentiu sua idade para conseguir trabalho na Grande Ferrovia do Norte, em 1916. Mudou-se para Great Falls dois anos depois e se manteve como um homem leal às ferrovias pelo resto da vida, trabalhando nelas durante 50 anos, casando-se com a colega Agnes Twokey e viajando de avião apenas uma vez na vida. Agnes morreu em 1957, após 35 anos de matrimônio. O casal não tinha filhos e Breuning não voltou a se casar. Breuning não requisitou nenhuma cerimônia funerária especial, segundo funcionários do asilo. Ele pediu que no lugar de flores e faixas fossem feitas doações para o fundo de viagens para crianças Shriner e o centro de tratamento de distúrbios da linguagem Scottish Rite. As informações são da Associated Press.
continua após publicidade