Geral

Homens armados matam oito xiitas no Paquistão

Da Redação ·
Oito pessoas foram mortas e cinco feridas hoje, quando atiradores abriram fogo contra dois veículos que transportavam muçulmanos xiitas na região tribal do Paquistão. Segundo funcionários paquistaneses, o ataque pode ter sido um episódio de violência sectária contra a minoria xiita. Os veículos foram emboscados na cidade de Bagan, no distrito de Kurram, perto da fronteira com o Afeganistão. Todas as vítimas "eram muçulmanos xiitas", disse um policial. Um funcionário público local, Fazal Hussain, disse que os xiitas viajavam num comboio de três carros, da cidade de Parachinar a Peshawar, a capital da província de Khyber-Pakhtunkhwa. "Os agressores chegaram em dois veículos. Eles abriram fogo e fugiram, deixando oito pessoas mortas, incluindo uma mulher e uma criança", afirmou. Khalid Umarzai, outro funcionário da província, confirmou o incidente e disse que os agressores também sequestraram mais de 20 xiitas que estavam no comboio, antes de fugirem. Os xiitas representam cerca de 20% dos 160 milhões de paquistaneses. Mais de 4 mil pessoas foram mortas nas explosões de violência sectária entre sunitas e xiitas no final da década de 1980 no Paquistão. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade