Geral

Delegacias baianas têm energia cortada pela Coelba

Da Redação ·
Enquanto planeja o início da instalação das Bases Comunitárias de Segurança - versão baiana das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) cariocas - em Salvador, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia apresenta dificuldades na administração das delegacias do interior. Entre ontem e hoje, pelo menos quatro delas - duas na segunda maior cidade baiana, Feira de Santana, e duas no sul do Estado - tiveram o fornecimento de energia elétrica cortado pela Companhia de Eletricidade do Estado (Coelba). Segundo relatos de policiais, o fornecimento do maior complexo policial do interior, também em Feira de Santana, só não foi interrompido porque funciona, no local, um departamento da Polícia Técnica, que precisa da eletricidade para a manutenção de corpos. O motivo dos cortes seria atraso no pagamento das contas de energia, por parte da administração estadual, mas nem a empresa, nem a SSP confirmam oficialmente a causa. Em nota, a secretaria limitou-se a informar que a energia já estava restabelecida nas delegacias. De acordo com o texto, após uma reunião com representantes da Coelba, o subsecretário de Segurança, Ary Pereira de Oliveira, "garantiu que todas as providências já foram adotadas para que o incidente não volte a ocorrer".
continua após publicidade