Geral

Obama quer revisão 'ampla' de segurança de usinas

Da Redação ·
O presidente dos EUA, Barack Obama, anunciou uma revisão "ampla" das condições de segurança das usinas nucleares dos EUA. Ele disse não esperar que radiação proveniente dos reatores nucleares japoneses afetados pelo terremoto e pelo tsunami do dia 11 atinja os EUA em níveis prejudiciais. Falando a jornalistas no jardim da Casa Branca, Obama afirmou que quer que a Comissão Reguladora Nuclear dos EUA tire lições da crise japonesa e faça as mudanças necessárias nas usinas norte-americanas. Ele destacou que as usinas nucleares são uma fonte importante de energia para os EUA. O presidente também disse que os EUA estão mobilizando todos os recursos disponíveis para ajudar o Japão a superar a crise. "Vimos um terremoto e um tsunami trazerem uma carga inimaginável de morte e destruição a um de nossos amigos e aliados mais próximos no mundo", declarou. Também hoje, o presidente da Comissão Reguladora Nuclear dos EUA, Greg Jaczko, havia afirmado que as usinas norte-americanas foram construídas de modo a resistir a terremotos e a tsunamis; ele não esclareceu se elas seriam capazes de aguentar um terremoto de magnitude 9, similar ao que atingiu o Japão na semana passada. Segundo Jaczko, o Japão deverá levar semanas para resolver a crise em seus reatores. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade