Geral

Equipes de resgate e sobreviventes enfrentam neve no Japão

Da Redação ·
 Neve está dificultando os trabalhos de resgate em Minamisanriku
fonte: AP
Neve está dificultando os trabalhos de resgate em Minamisanriku

Socorristas e sobreviventes do terremoto e do tsunami da semana passada do Japão enfrentam agora neve e temperaturas abaixo de zero, no momento em que suprimentos começam a chegar às áreas mais afetadas.

continua após publicidade

As principais estradas para a costa nordeste do país foram reabertas e o exército está usando helicópteros para levar bens de primeira necessidade aos desabrigados, que estão vivendo em casas, escolas e ginásios que ficaram de pé após a tragédia.

continua após publicidade

O número oficial de mortos chega a 3,5 mil, mas as expectativas são de que este número suba muito, já que foram encontrados muitos corpos não-identificados em regiões de litoral.

continua após publicidade

Na cidade de Otsuchi, ainda não se sabe o que aconteceu com metade da população, cerca de oito mil pessoas.

continua após publicidade

Imperador

continua após publicidade

O imperador do Japão, Akihito, disse que está "profundamente preocupado" com a possibilidade de que piore a crise gerada pelo terremoto e o tsunami da sexta-feira, bem como do acidente nuclear que o abalo gerou.

Em uma rara aparição ao vivo na TV - sua primeira manifestação pública depois do desastre - o imperador disse que está orando pelos japoneses.

continua após publicidade

"Do fundo do meu coração, espero que as pessoas se dêem as mãos e se mostrem compaixão umas com as outras para superar esses tempos difíceis", afirmou o monarca.

"O terremoto foi sem precedentes e sinto muito pelas pessoas que sofreram com esse desastre terrível. O acidente na usina nuclear me causa profunda preocupação e espero que os esforços dos funcionários possam evitar que a situação piore."

Em tom sombrio, o soberano disse que estava rezando para que todas as vítimas da tragédia sejam salvas.