Geral

Premiê da Turquia é contra intervenção da Otan na Líbia

Da Redação ·
O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, reiterou hoje a sua oposição a que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) intervenha na Líbia, dizendo que isso seria algo que poderia levar a "consequências perigosas". A Turquia é um dos 28 membros da aliança atlântica. "Uma intervenção militar da Otan na Líbia ou em qualquer outro país seria totalmente contraproducente", disse Erdogan, citado pela agência estatal de notícias Anatólia. "Além de ser contraproducente, uma operação dessas poderia ter consequências perigosas". Erdogan também afirmou ser contra a imposição de sanções contra a Líbia, ao dizer que pessoas inocentes sofreriam. Mais cedo neste mês, o comandante da Otan, Anders Fogh Rasmussen, disse que a organização não planeja intervir na Líbia, mas estava se preparando para "todas as eventualidades". As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade