Geral

UE pede reunião para discutir crise nuclear no Japão

Da Redação ·
A União Europeia (UE) pediu hoje à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) a convocação de uma reunião extraordinária para discutir, na próxima semana, em Viena, capital austríaca, a crise nuclear no Japão. A UE informou que o comissário de energia do bloco, Guenther Oettinger, pediu ao diretor-geral da AIEA, Yukiya Amano, que convoque o encontro para que seja feita "uma análise minuciosa da situação". A ideia da UE seria "organizar uma resposta coordenada e iniciar uma reflexão sobre as implicações possíveis (da crise vivida pelo Japão) para a segurança nuclear", explicou o gabinete de Oettinger. O comissário europeu convocou também para amanhã, em Bruxelas, Bélgica, uma reunião de ministros de energia da UE, autoridades de segurança nuclear do bloco e representantes de operadoras de usinas atômicas com o objetivo de avaliar os parâmetros de segurança vigentes na Europa. O continente possui mais de 150 reatores nucleares, sendo que algumas usinas se localizam em áreas de atividade sísmica considerável. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade