Geral

Alassane Ouattara regressa à Costa do Marfim

Da Redação ·
Alassane Ouattara, eleito presidente da Costa do Marfim no fim do ano passado, regressou ao país e está hospedado em um hotel protegido pela Organização das Nações Unidas (ONU), informou neste domingo um porta-voz do líder, Patrick Achi. Ele disse que Ouattara chegou de helicóptero a Abidjã na noite de ontem. Ele havia deixado o país na semana passada para participar de uma reunião da União Africana (UA). A viagem foi a primeira de Alassane ao exterior desde as eleições de 28 de novembro e havia temores de que Laurent Gbagbo, que recusa-se a deixar o poder apesar da derrota nas urnas, tentasse impedir o regresso de seu opositor. A instabilidade política toma conta da Costa do Marfim desde a derrota eleitoral de Gbagbo em 28 de novembro do ano passado. Resultados certificados pela Organização das Nações Unidas (ONU) e reconhecidos como legítimos pela comunidade internacional deram a vitória ao opositor Alassane Ouattara. Hoje, forças leais a Alassane Ouattara tomaram o controle de uma quarta cidade antes nas mãos de Laurent Gbagbo no oeste do país, informaram fontes ligadas aos dois lados em conflito. Depois de um combate, integrantes das Novas Forças "tomaram a cidade de Doke, entre Toulepleu e Blolequin", disse um integrante de uma milícia leal a Gbagbo à AFP. "Nossas tropas estão atualmente estacionadas em Doke", confirmou um comandante da FN baseado em Man, principal cidade do oeste marfinense, perto da fronteira com a Libéria. As Novas Forças, que auxiliam na segurança do norte da Costa do Marfim desde 2002, já capturaram quatro cidades desde meados de fevereiro. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.
continua após publicidade