Geral

Equador suspende estado de emergência

Da Redação ·
O Equador retomou suas atividades normais neste sábado, após o presidente do país, Rafael Correa, suspender uma declaração de estado de emergência e a estatal Petroecuador decretar o fim da força maior sobre suas exportações de petróleo bruto. As duas medidas foram tomadas como precaução ontem, após o terremoto de 8,9 graus que atingiu o Japão e o alerta de tsunami decretado para os países banhados pelo Oceano Pacífico. Ontem, Correa também determinou a retirada de pessoas das ilhas Galápagos e em cinco províncias costeiras. Cerca de 242 mil pessoas foram levadas para terrenos mais altos. De acordo com relatos oficiais, as ilhas Galápagos sofreram apenas uma pequena inundação, especialmente as ilhas de São Cristóvão e Santa Cruz, mas não houve danos graves. Na região costeira do país, o nível da água ficou apenas levemente acima do normal. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade