Geral

Al-Jazeera diz que cinegrafista foi morto na Líbia

Da Redação ·
A rede de televisão Al-Jazeera informou que um de seus cinegrafistas foi morto perto da cidade de Benghazi, no leste da Líbia. Essa foi a primeira morte de um jornalista desde o início de protestos em massa contra o governo iniciados em 15 de janeiro. A rede identificou o jornalista assassinado como sendo Ali Hassan al-Jaber, mas não especificou sua nacionalidade. Ele teria sido morto numa emboscada contra uma equipe da Al-Jazeera na região de Hawari, perto de Benghazi, reduto dos opositores do líder Muamar Kadafi. A Al-Jazeera informou também que um de seus correspondentes foi ferido, mas não disse quem poderia estar por trás do ataque. As informações são da Associated Press.
continua após publicidade