Geral

Milhares protestam contra o governo no Bahrein

Da Redação ·
Dezenas de milhares de manifestantes cercaram o palácio real do Bahrein neste sábado,12, para exigir a renúncia do rei Hamad Isa al Khalifa e maior liberdade política. Ontem, um protesto similar foi fortemente reprimido pelas forças de segurança do governo, com balas de borracha e gás lacrimogêneo. Segundo testemunhas, dezenas de pessoas ficaram feridas nos protestos de sexta-feira. A manifestação de hoje coincidiu com a vista do secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, e talvez por isso não houvesse polícia à vista. Gates disse que o Bahrein e outros governos árabes que enfrentam revoltas populares precisam realizar reformas democráticas rapidamente. Do contrário, correrão o risco de dar ao Irã uma oportunidade de explorar a instabilidade da região. O país é visto por vizinhos como o Bahrein e a Arábia Saudita como uma ameaça séria. Gates está no Bahrein para tentar encorajar o diálogo entre os líderes dos protestos, xiitas, e a família que governa o país, de origem sunita. O país tem importância particular para os Estados Unidos já que abriga a 5ª Frota Naval americana, o principal contrapeso aos esforços do Irã de expandir suas forças armadas para dentro do Golfo Pérsico. O secretário de Defesa é o primeiro integrante do governo Barack Obama a visitar o país desde que protestos começaram, em meados de fevereiro. As informações são da Associated Press.
continua após publicidade