Geral

Senado convida Netto para falar sobre sequestro

Da Redação ·
O jornalista do jornal O Estado de S.Paulo, Andrei Netto, que ficou detido oito dias na Líbia, foi convidado pela Comissão de Direitos Humanos do Senado para falar sobre a experiência que viveu naquele país. O autor do convite, senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da Comissão, afirma que o relato de Netto será muito positivo para mostrar aos brasileiros a "real" situação da Líbia. Netto é correspondente do Estado em Paris e estava na Líbia cobrindo os confrontos entre rebeldes e forças do regime de Muamar Kadafi quando foi preso nos arredores de Trípoli. O jornalista foi libertado hoje e deve deixar a Líbia até amanhã.
continua após publicidade