Geral

Polícia prende 15 por crimes ambientais em MT

Da Redação ·
A Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso prendeu 15 pessoas hoje durante a operação "São Thomé", deflagrada pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente. A Justiça decretou 17 mandados de prisão temporária e 19 mandados de busca e apreensão contra uma quadrilha de grilagem de terras para obtenção de créditos ambientais com uso de documentos falsos, para "esquentar" madeiras extraídas de áreas ilegais.

Segundo nota da assessoria de imprensa da Polícia Civil, os mandados foram cumpridos em Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, União do Sul, Cláudia, Peixoto de Azevedo, Pontes e Lacerda, Marcelândia e Tapurah. As investigações começaram em 2007, a partir da invasão de uma fazenda no município de União do Sul (719 km ao norte de Cuiabá).


Na operação foram presos um advogado, um empresário e um fiscal da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema). Eles vão responder por formação de quadrilha, falsificação de documentos, extração ilegal de madeira, inserção de dados falsos em bancos de dados da administração pública, e corrupção ativa e passiva.

continua após publicidade