Geral

Egípcios se reúnem no centro do Cairo para celebrar

Da Redação ·
 Praça Tahrir, no Cairo, lotada nas celebrações desta sexta-feira
fonte: Reuters
Praça Tahrir, no Cairo, lotada nas celebrações desta sexta-feira

Milhares de pessoas foram hoje ao centro do Cairo, na Praça Tahrir, epicentro dos protestos contra o regime do agora ex-presidente Hosni Mubarak. Os manifestantes realizam um ato de celebração, uma semana após provocarem a renúncia de Mubarak, que estava havia três décadas no poder.


Após 18 dias de protestos, o clima hoje era de festa. Apesar disso, a praça estava cercada por tanques e soldados isolavam a área e pediam identidades, para evitar distúrbios. Com a saída de Mubarak, os militares estão no comando do país. A liderança militar promete monitorar as alterações na Constituição e acompanhar a realização de eleições democráticas, quando então deve deixar o poder.


Segundo a rede de televisão Al Jazeera, os organizadores batizaram o ato desta sexta-feira no Cairo como a "marcha da vitória e da continuação", mostrando também suas preocupações para garantir os avanços democráticos no Egito no futuro. A rede lembra, citando o Ministério da Saúde egípcio, que pelo menos 365 pessoas morreram durante os protestos e 5.500 ficaram feridas. As informações são da Dow Jones.

continua após publicidade