Geral

Dois são presos com joias roubadas da Tiffany em SP

Da Redação ·
Duas pessoas foram presas acusadas de serem responsáveis pela receptação e venda das joias roubadas da joalheria Tiffany, em maio do ano passado, em São Paulo. Os dois acusados foram presos na última sexta-feira, 4, em Santos (SP), e na região central da capital paulista. A polícia recuperou 30 peças, que foram encontradas com a comerciante chinesa Ceng Chumee, de 35 anos, e pelo comerciante Nelson José da Silva, de 51 anos. Após a polícia receber informações sobre o envolvimento de Silva, ele levou os policiais ao local onde as peças estavam escondidas, embaixo do botijão de gás, e indicou onde localizar outra pessoa que possuía as joias da Tiffany. Cheng Chumee foi detida em sua loja na Rua 25 de Março. Ele revelou que as peças estavam em sua casa, na Aclimação. Os produtos estavam em um saco em cima de uma cômoda.
continua após publicidade