Geral

Tiros teriam matado mais 3 pessoas, afirma manifestante

Da Redação ·
Disparos de armas de fogo foram ouvidos na praça Tahrir, no Cairo, e um organizador dos protestos disse que três manifestantes, que pediam a saída do presidente Hosni Mubarak, foram mortos pelos tiros. Mustafa al-Naggar disse ter visto três corpos de manifestantes atingidos sendo carregados em direção a uma ambulância nesta madrugada, no horário local. Ele afirmou que os disparos feitos em direção à praça vieram de três locais diferentes, distantes dali. O Exército egípcio montou um cordão de segurança ao redor da praça com tanques, na tentativa de conter os confrontos, mas al-Naggar disse que a ação não está adiantando. O ministro da Saúde não respondeu a uma chamada telefônica que pedia a confirmação dos três mortos. Horas antes, apoiadores de Mubarak, armados com pedras, bastões e coquetéis molotov investiram contra os manifestantes que pedem a renúncia de Mubarak, no poder há três décadas. As informações são da Associated Press.
continua após publicidade