Geral

Sobe para três número de mortes em confronto no Cairo

Da Redação ·
A oposição egípcia voltou às ruas hoje protestando e exigindo a renúncia do presidente Hosni Mubarak, que governa o país há 30 anos, e ocorreram vários confrontos na praça Tahrir (Libertação) e nas imediações, quando cerca de 3 mil supostos simpatizantes de Mubarak atacaram dezenas de milhares de manifestantes. Alguns dos partidários de Mubarak avançaram com camelos e cavalos contra a multidão, mas foram derrubados e espancados. No total, três pessoas foram mortas e 596 ficaram feridas no centro. O vice-presidente Omar Suleiman fez um apelo aos "jovens" na televisão estatal, a que obedeçam o pedido do exército e voltem pacificamente para casa. O levante contra Mubarak, que começou na semana passada, já deixou mais de 300 mortos no Egito inteiro, segundo estimativas não oficiais. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.
continua após publicidade