Geral

Falta de oxigênio pode ter causado mortandade no MS

Da Redação ·
O Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) fez um relatório preliminar da investigação da morte de peixes na região do Rio Negro. O resultado das análises indica que o mais provável é que os peixes morreram devido à falta de oxigênio dissolvido na água. A alta temperatura do rio seria a responsável pela deficiência de oxigênio. Ela provoca o aumento do metabolismo dos organismos e, ao mesmo tempo, a diminuição na solubilidade do gás. Outro fator observado no resultado é a concentração de sólidos dissolvidos. Eles ajudam na condutividade elétrica, e essa variação também pode ter contribuído para a mortandade.
continua após publicidade