Geral

Ex-general deve ser eleito presidente em Mianmar

Da Redação ·
O primeiro-ministro indicado pela junta militar que governa Mianmar (antiga Birmânia), o ex-general Thein Sein, deverá ser escolhido para ser o presidente do país, disseram hoje funcionários do governo, em meio a um processo semi secreto de escolha no Parlamento dominado pelos militares. Thein é um aliado próximo do general Than Shwe, considerado o líder da junta. A indicação de Thein para a presidência pouco deverá fazer para reduzir as acusações feitas a partir de novembro do ano passado, de que as eleições gerais tinham como objetivo apenas esconder o poder da junta militar atrás de uma simpática fachada civil. Sob as complexas regras parlamentares, câmara alta, câmara baixa e as Forças Armadas escolhem cada uma um político para ser vice-presidente. Um dos três vice-presidentes é então escolhido como presidente por um seleto comitê eleitoral, indicado pela própria junta militar. O general Than Shwe, que governa Mianmar com mão-de-ferro desde 1992, não teve seu nome colocado para a escolha do comitê. "O general mais graduado irá se aposentar após passar o poder ao novo governo", disse o funcionário. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade