Geral

Vulcão entra em atividade no sul japonês

Da Redação ·
Um vulcão no sul japonês entrou em erupção hoje, lançando uma corrente de fumaça com gases e cinzas a oito quilômetros de distância. A área de risco em torno do vulcão Shinmoedake foi ampliada, para manter os moradores em segurança. A maior erupção do vulcão desde que ele voltou a estar em atividade, na semana passada, cobriu grandes áreas com cinzas, lançou pedras em rodovias distantes, derrubou árvores e quebrou centenas de janelas em hotéis e escritórios. Ninguém ficou ferido com gravidade desde a erupção inicial, na última quarta-feira. A emissora pública NHK, porém, afirmou que uma mulher sofreu cortes causados por vidro quebrado hoje. A NHK informou que a erupção foi cinco vezes maior que a atividade inicial da semana passada, quando o Shinmoedake teve sua primeira grande erupção em 52 anos. A Agência Meteorológica do Japão restringiu o acesso à montanha em um raio de quatro quilômetros de distância da cratera. Dezenas de voos domésticos partindo e deixando Miyazaki - cerca de 950 quilômetros ao sudoeste de Tóquio - foram cancelados na semana passada, e mais cancelamentos eram previstos. O serviço de trens foi temporariamente suspenso na área e muitas escolas estavam fechadas. O governo local também registrou danos em plantações. As informações são da Associated Press.
continua após publicidade