Geral

Justiça concede habeas corpus para Adriana Villela

Da Redação ·
A arquiteta Adriana Villela, acusada de envolvimento na morte de seus pais, em agosto de 2009, conseguiu habeas corpus hoje. A defesa da suspeita entrou com o pedido de habeas corpus na Justiça por volta de meia-noite de ontem, e hoje, às 11h45, o desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, George Lopes Leite, concedeu o direito de responder ao processo em liberdade. Adriana é acusada de envolvimento na morte de seus pais, o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), José Guilherme Villela, e Maria Carvalho Mendes Villela, além da empregada da família, Francisca Nascimento da Silva, em agosto de 2009. Ela foi presa em Ipanema, no Rio, na manhã de ontem, por policiais de Brasília que contaram com o apoio de agentes da Polinter.
continua após publicidade