Geral

Manifestantes pedem saída do presidente do Iêmen

Da Redação ·
Milhares de pessoas protestam na capital do Iêmen hoje pedindo a deposição do presidente Ali Abdullah Saleh, no poder desde 1978, segundo informaram correspondentes da France Presse. As manifestações são organizadas pelo grupo oposicionista Fórum Comum em quatro diferentes pontos de Sanaa. Os manifestantes também se referiam ao caso do presidente da Tunísia, Zine El Abidine Ben Ali, deposto após ficar 23 anos no cargo. As pessoas insistiam que agora é a "hora da mudança" no Iêmen. Um ativista afirmou que a manifestação em quatro locais diferentes tinha como objetivo atrapalhar o trabalho de repressão das forças de segurança. Uma das áreas do protesto foi nas proximidades da Universidade de Sanaa. O partido governista Congresso Geral do Povo, por sua vez, organizou quatro manifestações simultâneas hoje, também reunindo milhares de pessoas. "Não à queda da democracia e da Constituição", defendiam os partidários do presidente. No último sábado, centenas de estudantes da Universidade de Sanaa realizaram protestos no campus. Alguns pediam o fim do governo de Saleh, enquanto outros queriam a manutenção dele no poder. O presidente foi reeleito em setembro de 2006 para um mandato de sete anos. Uma emenda na Constituição, discutida pelo Parlamento, pode, se aprovada, permitir que o presidente fique no cargo por toda sua vida. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade