Geral

ProUni chega a número recorde de inscritos

Da Redação ·
Após o atraso no início das inscrições, o Programa Universidade Para Todos (ProUni) chegou hoje a um número recorde: até o meio dia de hoje, o sistema registrava 886.594 candidatos para disputar 123.170 bolsas de estudo, espalhadas por 1,5 mil instituições de ensino superior privadas. No ano passado, foram 822 mil candidatos. O prazo da primeira etapa de inscrições está previsto para terminar hoje, às 23h59. No primeiro dia de inscrição pela internet, na sexta-feira passada, alguns estudantes enfrentaram problemas com a senha e a lentidão no sistema para se inscrever no programa. Hoje, segundo o Ministério da Educação (MEC), a navegação ocorria sem problemas, mas internautas voltaram a se queixar pelo microblog Twitter. A primeira chamada dos candidatos será na próxima sexta-feira. Uma segunda rodada de inscrições deve ocorrer de 21 a 24 de fevereiro para aqueles que não foram chamados ou não concluíram a inscrição. Para se candidatar às bolsas nas instituições, os candidatos devem ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2010 e ter, no mínimo, 400 pontos na média das cinco notas (ciências da natureza, ciências humanas, linguagens, matemática e redação), além de não ter zerado a redação. Eles também devem ter cursado todos os anos do ensino médio em escola pública ou em escola particular, como bolsista integral. Segundo o MEC, as 176 vagas não preenchidas na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) eram voltadas à "política afirmativa" para beneficiar candidatos com deficiência, indígenas e professores da rede pública de educação básica. Entre 13 e 17 de fevereiro, os estudantes poderão incluir o nome na lista de espera do Sisu - essas vagas deixam, portanto, de serem reservadas. Uma série de problemas técnicos no sistema levou o governo a enfrentar uma guerra de ações judiciais, derrubadas na sexta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Por causa do episódio, o ministro da Educação, Fernando Haddad, foi questionado pela presidente Dilma Rousseff e cancelou as férias. O MEC informou que serão oferecidas vagas para 84 cursos de sete instituições localizadas na Bahia, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Tocantins. Os cursos são de licenciatura, bacharelado e técnico superior, em turnos variados. Ao todo, 82.949 candidatos foram selecionados na primeira chamada do Sisu para 83.125 vagas de instituições públicas, a partir da nota do Enem.
continua após publicidade