Geral

Um terço dos voos do país está com atraso

Da Redação ·
 Área de desembarque e retirada de bagagem do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na noite do último domingo
fonte: Mistre Shadow/AE
Área de desembarque e retirada de bagagem do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na noite do último domingo

A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) registrava atrasos ou cancelamentos em um terço dos voos nacionais previstos entre 0 e 13h desta segunda-feira (3). No total, estavam programados 1.288 embarques e desembarques; 402 (31,2%) sofreram atraso de mais de 30 minutos e 45 (3,5%) foram cancelados.

continua após publicidade

O aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, tinha o maior número de viagens programadas nesse período. A Infraero contava 42 (38,2%) atrasos e 7 cancelamentos (6,4%) das 110 viagens agendadas. O aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, tinha 38 (35,5%) e 1 cancelamento entre as (0,9%).

continua após publicidade

Entre os aeroportos mais importantes do país, o de Brasília tinha o pior índice de atrasos. Das 103 decolagens e pousos previstos, 51 ( 49,5%) tinham atrasos e 2 (1,9%) foram canceladas.

Internacional


Os voos internacionais do país tinham índice de atrasos de 25,5% - dos 98 embarques e desembarques programados, 25 tiveram atraso de mais de 30 minutos. Além disso, seis viagens (6,1%) foram canceladas.