Geral

Confrontos deixam 35 mortos no noroeste do Paquistão

Da Redação ·

Pelo menos 35 pessoas morreram em um ataque de militantes no noroeste do Paquistão. Cerca de 150 insurgentes atacaram cinco postos de controle paramilitares e mataram 11 militares, informou Amjad Ali Khan, o administrador do instável distrito tribal de Mohmand, durante entrevista coletiva na cidade de Ghalanai. Pelo menos 24 militantes também morreram no confronto. "Pelo menos 11 de nossos homens morreram e 12 ficaram feridos", disse Khan. A ação mostra a capacidade dos rebeldes de lançar ataques complexos, apesar das várias ofensivas militares contra o Taleban e a Al-Qaeda no noroeste do Paquistão. Não é possível verificar os números oficiais de maneira independente, pois é difícil o acesso às zonas tribais no Paquistão. Durante anos, Mohmand tem sido uma área de conflitos e palco de várias operações do Exército. A zona fronteiriça é ponto de passagem importante para os insurgentes que pretendem atacar as forças dos Estados Unidos e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

continua após publicidade