Geral

Nevasca provoca mais cancelamentos de voos na Europa

Da Redação ·
A autoridade de aviação civil da França, DGAC, informou em comunicado que uma nevasca deve começar a cair na tarde de hoje e "irá atrapalhar o tráfego aéreo nos aeroportos da região de Paris". Cerca de 15% dos voos, previstos para hoje à noite, no Aeroporto Charles de Gaulle, principal aeroporto francês, devem ser cancelados. Amanhã, os cancelamentos devem atingir 25% dos voos. Os cancelamentos no Charles de Gaulle devem começar às 18h (de Paris, 15h de Brasília). Por causa da neve, a DGAC pediu que as companhias reduzam os voos na porcentagem indicada, de 15% para a noite de hoje e 25% para o dia seguinte. Um porta-voz da entidade disse que o Aeroporto de Orly não é tão movimentado e tem maior capacidade de lidar com a neve. Fortes nevascas atingiram os aeroportos Charles de Gaulle e Orly no domingo e na segunda-feira. Milhares de passageiros tiveram de passar uma ou até duas noites nos terminais, aguardando o embarque. Ontem, o Aeroporto de Heathrow, perto de Londres, cancelou mais de 700 pousos e decolagens, também pelos problemas causados pela neve. Geralmente, em um dia movimentado ocorrem nesse aeroporto 1.300 pousos e decolagens. Em comunicado, o aeroporto informou que deve operar com um terço de sua capacidade até as 6h (hora local) desta quinta-feira, em princípio. A operadora do Aeroporto de Frankfurt, Fraport, informou hoje que cancelou 68 voos, dos 1.360 pousos e decolagens marcados. Um porta-voz da empresa afirmou que isso ocorreu em parte pelos cancelamentos do dia anterior, e também pois alguns dos destinos dos voos não estavam operando hoje com 100% de sua capacidade. As três pistas do aeroporto alemão funcionam normalmente, disse o funcionário. O porta-voz disse que a Fraport estava bem preparada para o inverno, mas os atrasos por causa da neve não podem ser evitados pois os pousos e decolagens com menor visibilidade exigem maiores distâncias de segurança do que em condições normais. Ontem, a Comissão Europeia criticou a falta de preparo de alguns operadores aeroportuários do oeste europeu para lidar com o problema das nevascas, sem citar exemplos específicos. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade