Geral

Beltrame pede investimento em comunidades pacificadas

Da Redação ·
O secretário de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, afirmou neste sábado que é fundamental o engajamento da sociedade civil, principalmente dos empresários, no projeto das unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Beltrame inaugurou centros de cidadania e tecnologia da informação patrocinados pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) em três comunidades pacificadas. "Eu acho [a participação das empresas] até mais importante [que a pacificação]. Pois o que nós estamos fazendo é criando a ambiência para isso chegar, o que antes não existia. A gente assiste aqui a ações fortes e bem elaboradas como as do Sistema Firjan e isso tem de ser um exemplo para a iniciativa privada. É hora de todos nos engajarmos. É hora de todos irmos em frente", afirmou Beltrame. O secretário inaugurou as unidades, batizadas de Indústria do Conhecimento, nas comunidades do Morro da Providência, do Morro do Andaraí e da Cidade de Deus. Beltrame fez um balanço positivo dos dois anos da política de UPPs no Rio, que atualmente conta com 13 comunidades pacificadas, de um total de 40 planejadas. "A gente começa agora, depois de dois anos, a ter a iniciativa privada apresentando estruturas concretas de atendimento a demandas sociais. Avançamos de maneira consistente no sentido de melhorar a vida de todos. Mas tem muita coisa para se fazer, não tem jogo ganho. Sabemos a dimensão do problema", disse o secretário. As informações são da Agência Brasil.
continua após publicidade