Geral

Juíza fala em "detalhes sórdidos" e "crueldade" em sentença que manda Bruno a júri popular

Da Redação ·
 Jogador responderá pelo sequestro, morte e ocultação de cadáver de sua ex-amante
fonte: Lucas Prates/Jornal Hoje em Dia
Jogador responderá pelo sequestro, morte e ocultação de cadáver de sua ex-amante

Em sua decisão de manter Bruno e os outros três acusados presos até o julgamento, a juíza Marixa Fabiane Lopes alegou que “os delitos contam com detalhes sórdidos e ultrapassam os limites da crueldade". O jogador, Macarrão e Sérgio responderão por sequestro e cárcere privado, homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Bola foi pronunciado pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver.

continua após publicidade

Dayanne Rodrigues do Carmo Souza - ex-mulher de Bruno -, a ex-amante do jogador Fernanda Gomes de Castro, Elenilson Vitor da Silva e Wemerson Marques de Souza responderão ao processo em liberdade, mas também irão a julgamento.

continua após publicidade

Fernanda foi pronunciada por pelo sequestro e cárcere privado de Eliza e de seu filho. Já Dayanne, Elenilson e Emerson responderão pelos mesmos crimes, mas cometidos apenas contra o filho da vítima. Todos os réus alegam inocência.  

continua após publicidade

Das nove pessoas que foram inicialmente denunciadas pelo Ministério Público, apenas o motorista de Bruno, Flávio Caetano de Araújo não irá a júri popular. Ele foi solto do presídio Nelson Hungria no dia 27 de novembro após ter liberdade concedida pela Justiça.

A data para o julgamento ainda não foi definida. Ainda cabe recurso da defesa na decisão da Justiça.

continua após publicidade

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, os alvarás de soltura para Dayanne, Fernanda, Elenilson e Wemerson já foram expedidos. Depois de soltos, eles deverão comparecer à Vara do Tribunal do Júri de Contagem para assinar um termo de compromisso.