Geral

Bomba atinge veículo e deixa 14 mortos no Afeganistão

Da Redação ·
Uma bomba colocada à beira de uma estrada destruiu hoje um micro-ônibus lotado, no oeste do Afeganistão, matando 14 pessoas, todas de uma mesma família, disse um funcionário provincial. Rafi Behrozan, o porta-voz do governo de Herat, afirmou que havia ainda quatro feridos na explosão ocorrida no distrito de Kushk Kuhna, na província de Herat. Duas outras bombas foram encontradas nas proximidades e desarmadas por policiais afegãos, acrescentou ele. "A explosão foi muito forte e o veículo foi destruído. A maioria daqueles a bordo foi morta", disse Behrozan. Também hoje, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) informou que no dia anterior matou quatro soldados afegãos por engano. Os militares locais foram confundidos com militantes. Um porta-voz do Ministério da Defesa afegão, general Mohammad Zahir Azimi, disse que os soldados haviam deixado sua base no distrito de Musa Qala, em Helmand, na noite de ontem, quando foram atacados por aviões da Otan. Já houve casos anteriores de tropas da Otan matarem por engano as forças locais. Em agosto, três policiais afegãos foram mortos na província de Jowzjan, no norte do país, em um ataque aéreo que tinha insurgentes como alvo. Em julho, um ataque aéreo da Otan matou seis soldados afegãos na província de Ghazni, no leste afegão. A coalizão informou que uma unidade do Exército do Afeganistão deu uma localização errada às forças internacionais. As informações são da Associated Press.
continua após publicidade