Geral

Enem vai ser aplicado para mais de 15 mil detidos

Da Redação ·

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) será aplicado nos presídios e instituições socioeducativas, como a Fundação Casa (a antiga Febem), nos dias 15 e 16 de dezembro.

continua após publicidade

Cerca de 15 mil presidiários e jovens internos de mais de 500 penitenciárias, delegacias, detenções e unidades socioeducativas estão inscritos para participar do exame em todo o Brasil.

continua após publicidade

O primeiro dia de provas para os presos será o mesmo da reaplicação das questões de ciências humanas e ciências da natureza para os candidatos que receberam a prova amarela e foram prejudicados com as falhas de impressão do caderno amarelo - na próxima quarta-feira, às 13h.

continua após publicidade

A estrutura do exame será a mesma do Enem aplicado para mais de 4 milhões de estudantes, nos dias 5 e 6 de novembro – serão quatro provas objetivas com 45 questões de múltipla escolha cada uma. Também haverá uma redação, do tipo dissertativa.

Os presidiários resolvem 90 questões de ciências humanas e de ciências da natureza no primeiro dia, das 13h às 17h30. No segundo, além da redação, há perguntas sobre linguagens e matemática. A prova, neste caso, termina uma hora mais tarde.

continua após publicidade

O gabarito será divulgado no site do Inep até dois dias úteis após o exame.