Geral

Número de mortos em epidemia sobe a 1.721 no Haiti

Da Redação ·
 Corpo de haitiano morto pelo cólera é recolhido por equipes médicas em acampamento na periferia da capital Porto Príncipe; epidemia já matou 1.721 pessoas, de acordo com levantamento do Ministério da Saúde do país
fonte: 27.11.2010/AFP
Corpo de haitiano morto pelo cólera é recolhido por equipes médicas em acampamento na periferia da capital Porto Príncipe; epidemia já matou 1.721 pessoas, de acordo com levantamento do Ministério da Saúde do país

A epidemia de cólera que atinge o Haiti desde meados de outubro causou 1.721 mortes no país, segundo um novo balanço disponível nesta segunda-feira (29) no site do Ministério da Saúde na internet, um dia depois da realização das eleições presidenciais e legislativas.

continua após publicidade

Ao fim do dia de votação, neste domingo (28), que transcorreu em clima de tensão devido a denúncias de fraude, a ONU (Organização das Nações Unidas) e a comunidade internacional chamaram a população e os atores políticos "a permanecer em calma, lembrando que uma eventual deterioração da segurança no país trará consequências imediatas dramáticas sobre o número de mortos na epidemia de cólera".

continua após publicidade

O balanço anterior, publicado na última sexta-feira, dava conta de 1.648 mortos em todo o país.

continua após publicidade

No total, 75.888 pessoas foram afetadas pelo cólera, doença altamente contagiosa. Destas, 33.485 foram hospitalizadas.

O departamento de Artibonite (norte do país), donde a doença foi detectada, continua sendo o mais afetado, com 760 mortes.

continua após publicidade

Na capital, Porto Príncipe, onde grande parte da população vive em condições precárias depois do terremoto de 12 de janeiro, foram registradas 162 vítimas fatais.

continua após publicidade

O tremor deixou 1,3 milhão de sem-teto e matou cerca de 250 mil pessoas.

Copyright AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados