Geral

Testemunhas do goleiro Bruno depõem hoje

Da Redação ·
 Goleiro Bruno durante audiência em fórum de MG na semana passada
fonte: Frederico Haikal/Jornal Hoje em Dia
Goleiro Bruno durante audiência em fórum de MG na semana passada

A Justiça do Rio ouve nesta quarta-feira (17) cinco testemunhas convocadas pela defesa do goleiro Bruno Fernandes, um dos nove acusados de envolvimento no desaparecimento de Eliza Samudio em processo que corre em Minas Gerais.

continua após publicidade

Foram convocadas 11 pessoas, mas apenas cinco foram localizadas para serem ouvidas por meio da chamada carta precatória - os depoimentos serão remetidos ao fórum de Contagem (MG), onde o atleta responde pelo sumiço e suposta morte da ex-amante. Os nomes das testemunhas não foram divulgados pelo Tribunal de Justiça do Rio.

continua após publicidade

Em Osasco, na Grande São Paulo, também está marcado para esta quarta-feira, às 13h30, a oitiva de uma testemunha convocada por Flávio Caetano Araújo, que era motorista do goleiro. O depoimento da última testemunha do caso Eliza Samudio, o delegado Wagner Pinto, está marcado para o dia 9 de dezembro deste ano, em Belo Horizonte.

continua após publicidade

Antes disso, no dia 6 de dezembro, deve falar à Justiça uma testemunha de acusação, convocada pelo Ministério Público. O depoimento dela, que era amiga da jovem morta, chegou a ser marcado para o dia 10 de novembro em Santos, mas foi adiado após um pedido da Justiça de Minas Gerais, que pretendia terminar o interrogatório dos réus, o que ocorreu na semana passada.

Somente depois que essas testemunhas forem ouvidas, a juíza de Contagem (MG) Marixa Fabiane Lopes deve dar o prazo de cinco dias para que o Ministério Público e a defesa dos réus façam suas alegações finais sobre o caso.

continua após publicidade

Com esses documentos em mãos, a magistrada terá mais dez dias para decidir se os réus vão a júri popular. Como a última carta precatória está marcada para o dia 9 de dezembro, a juíza só deve se pronunciar sobre o caso em janeiro de 2011.