Geral

Naufrágio deixa 1 morto e 20 desaparecidos

Da Redação ·
 Chinês é resgatado pela Guarda Costeira do Japão nesta quinta-feira (9) no Oceano Pacífico, a 340 km da ilha japonesa de Iriomote, um dia após o naufrágio
fonte: AFP
Chinês é resgatado pela Guarda Costeira do Japão nesta quinta-feira (9) no Oceano Pacífico, a 340 km da ilha japonesa de Iriomote, um dia após o naufrágio

Um navio mercante de bandeira panamenha, com 25 tripulantes chineses a bordo, naufragou na costa sul do Japão, informaram nesta quinta-feira (11) as Guardas Costeiras do Japão e de Taiwan. Apenas cinco marinheiros foram resgatados, mas um deles faleceu.

continua após publicidade

As autoridades marítimas taiwnesas informaram à Guarda Costeira japonesa que um navio mercante de bandeira panamenha havia desaparecido na manhã de quarta-feira no Oceano Pacífico, 340 quilômetros ao sul da ilha japonesa de Iriomote, de acordo com um oficial da Guarda.

O "Nasco Diamond", embarcação mercante com capacidade de 17 mil toneladas, havia zarpado da Indonésia no dia 4 de novembro com destino à China, levando uma carga de níquel.

continua após publicidade

Os socorristas resgataram das águas um cadáver e quatro sobreviventes; um deles está em estado crítico. Os outros 20 membros da tripulação continuam desaparecidos.

As circunstâncias do naufrágio ainda não estão claras, uma vez que as condições meteorológicas eram boas no momento do incidente, segundo a Guarda Costeira.

Um dos sobreviventes contou que, "de repente, a água do mar inundou a sala de máquinas" da embarcação.

continua após publicidade

Os japoneses encontraram um bote salva-vidas vazio 28 km a sudoeste do suposto local do naufrágio, e perceberam que há na área uma mancha de petróleo, mas nenhum rastro do navio foi encontrado.

A ilha de Iriomote fica no extremo sul do Japão, no mar da China Oriental, próxima ao arquipélago de Senkaku/Diaoyu, disputado por Tóquio, Pequim e Taipei.