Geral

Premiê do Reino Unido faz sua 1ª visita à China

Da Redação ·
 Os primeiros-ministros do Reino Unido, David Cameron (esq.), e da China, Wen Jiabao, participam de cerimônia em Pequim
fonte: Petar Kujundzic/09.11.2010/Reuters
Os primeiros-ministros do Reino Unido, David Cameron (esq.), e da China, Wen Jiabao, participam de cerimônia em Pequim

Os primeiros-ministros da China, Wen Jiabao, e do Reino Unido, David Cameron, se reuniram nesta terça-feira (9) no Grande Palácio do Povo, na primeira viagem do líder britânico a Pequim.

continua após publicidade

Wen, acompanhado de seus ministros de Relações Exteriores, Yang Jiechi e do Comércio, Chen Deming, lembrou que Cameron, quando ainda era candidato, disse em Londres que, se ganhasse as eleições, aprofundaria a cooperação entre os dois países.

continua após publicidade

- Além disso, no segundo dia de sua chegada (a Downing Street), falamos por telefone e depois o senhor me escreveu duas cartas que demonstravam sua determinação de impulsionar a cooperação amistosa.

continua após publicidade

Cameron respondeu dizendo que pretende aprofundar as relações e lembrou os feitos da líder conservadora Margaret Thatcher.

- Meu governo aprecia muito a relação com a China e deve dar continuidade à forte relação estabelecida pelo governo anterior, mas tem como exemplo outros líderes, como Margaret Thatcher, que assinou com Deng Xiaoping o acordo de Hong Kong, um passo extremamente frutífero que mostra a força da relação.

continua após publicidade

Antes do encontro dos primeiros-ministros, ambos os países se comprometeram a fortalecer sua cooperação em política macroeconômica, no setor financeiro, comercial e de investimentos, e a impulsionar suas relações econômicas para apoiar a recuperação global.

continua após publicidade

O encontro entre os líderes realizado nesta terça-feira marca o início da primeira visita oficial do primeiro-ministro do Reino Unido à China, que durará dois dias e incluirá uma reunião com o presidente chinês, Hu Jintao.

"Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe."