Geral

México tem 14º prefeito assassinado no país

Da Redação ·
 Imagem do veículo onde foram encontrados os corpos dos homens sequestrados; além do político, três outras pessoas morreram no local
fonte: 08.11.2010/EFE
Imagem do veículo onde foram encontrados os corpos dos homens sequestrados; além do político, três outras pessoas morreram no local

Criminosos sequestraram e assassinaram nesta segunda-feira (8) Gregorio Barradas, prefeito eleito do município de Rodríguez Clara, no Estado de Vera Cruz, leste do México, e dois assessores dele.

continua após publicidade

O assassinato elevou a 14 o número de prefeitos mortos em 2010 no México em ataques atribuídos ao crime organizado.

continua após publicidade

Homens armados sequestraram Barradas, seu vice e o secretário particular em um restaurante da cidade de Islas.

continua após publicidade

Poucas horas depois os corpos dos três reféns foram encontrados em uma caminhonete estacionada no Estado vizinho de Oaxaca, informou o procurador de Veracruz, Salvador Mikel Rivera. O motorista de Barradas também foi assassinado na ação.

De acordo com o funcionário da Justiça, não existe motivo aparente para o assassinato de Barradas.

continua após publicidade

O político foi deputado federal pelo PAN (Partido Ação Nacional), a formação do presidente do país, Felipe Calderón.

continua após publicidade

Barradas foi eleito prefeito de Rodríguez Clara - município de 12 mil habitantes - nas eleições de julho.

continua após publicidade

O PAN, que está na oposição em Veracruz, Estado governado pelo PRI (Partido Revolucionário Institucional), exigiu em um comunicado uma investigação para os assassinatos.

Ao menos 14 prefeitos foram assassinatos no decorrer do ano no México, que vive uma onda de violência atribuída ao narcotráfico em parte de seu território, com um balanço de mais de 28 mil assassinatos nos últimos quatro anos.

continua após publicidade

Na noite de segunda-feira, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do México também anunciou a prisão do narcotraficante Manuel Fernández, conhecido como La Puerca, colaborador do chefe do tráfico mais procurado do país, Joaquín 'El Chapo' Guzmán.

Fernández, acusado de narcotráfico por um tribunal do Estado americano de Illinois, é o "principal colaborador e introdutor de drogas nos Estados Unidos a serviço de Guzmán", afirmou o diretor da divisão antidrogas da SSP, Ramón Pequeño.

Copyright AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados