Geral

Mortos por vulcão na Indonésia chegam a 151

Da Redação ·
 Equipes de resgate procuram por vítimas do vulcão Merapi em vilarejo da ilha de Java, na Indonésia; mortos chegam a 151
fonte: Sigit Pamungkas/07.11.2010/Reuters
Equipes de resgate procuram por vítimas do vulcão Merapi em vilarejo da ilha de Java, na Indonésia; mortos chegam a 151

O número de mortos em decorrência das erupções do vulcão Merapi, na Indonésia, chegou a 151 nesta terça-feira (9). O balanço anterior, de 135 vítimas, foi corrigido após as mortes de algumas das vítimas com queimaduras graves no principal hospital de Yogyakarta, na ilha de Java, informou a imprensa local.

continua após publicidade

Mais de 320 mil pessoas estão em centros de retirada em um perímetro de segurança de 20 km em torno do Merapi, situado no centro de Java, segundo a Agência de Gestão de Desastres Nacional.

continua após publicidade

Em diversas erupções desde 26 de outubro, o vulcão, de 2.194 m de altura, queimou milhares de hectares de plantações e cobriu numerosos povoados com uma grossa camada de cinzas.

continua após publicidade

Ao mesmo tempo, a milhares de quilômetros, em frente à costa da ilha indonésia de Sumatra, as equipes de emergência têm problemas para levar ajuda a algumas das ilhas mais remotas do arquipélago de Mentawai, atingido por um tsunami no dia 25 de outubro.

Segundo as autoridades indonésias, 13 mil pessoas estão em centros de retirada, enquanto o número de mortos pode chegar a 600, já que muitos corpos desapareceram no mar. O tsunami, com ondas de até seis metros segundo as testemunhas, foi causado por um terremoto de 7,7 graus na escala Richter.

continua após publicidade

A Indonésia se situa sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de intensa atividade sísmica e vulcânica. A Indonésia, o maior arquipélago do mundo, tem cerca de 400 vulcões, dos quais ao menos 129 estão ativos.