Geral

Helicóptero que caiu estava com documentação irregular

Da Redação ·
 Helicóptero do modelo Robinson 22 caiu, na manhã desta quinta-feira (4), no aeroporto Campo de Marte
fonte: Reprodução/TV Record
Helicóptero do modelo Robinson 22 caiu, na manhã desta quinta-feira (4), no aeroporto Campo de Marte

O helicóptero que caiu nesta quinta-feira (4) no aeroporto Campo de Marte, na zona norte da capital paulista, estava com documentação irregular. Segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a inspeção anual da aeronave (conhecida como IAM) venceu nesta quarta-feira (3).

continua após publicidade

A Go Air, escola de aviação civil para pilotos de helicóptero e responsável pelo a aeronave, ainda não se manifestou sobre o acidente.

continua após publicidade

A assessoria de imprensa da Anac informou que o órgão abrirá um processo administrativo para investigar de quem é a responsabilidade do acidente, pois o helicóptero não poderia voar sem o IAM obrigatório.

continua após publicidade

Técnicos militares do Seripa 4 (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) irão apurar as causas do acidente com o helicóptero. Apesar de estar irregular, a aeronave possuía o certificado de aeronavegabilidade, que também é obrigatório.

O relatório final da perícia ainda não tem prazo para ser concluído. O objetivo dele não é buscar culpados, mas sim apurar as causas do acidentes, informou o Seripa. O resultado será divulgado pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).