Geral

Mortos em atentados coordenados chegam a 64, diz ministro

Da Redação ·
 Moradores de Bagdá observam local de atentado ocorrido nesta terça-feira (2); ministro diz que ao menos 64 morreram
fonte: Kahtan al Mesiary/03.11.2010/Reuters
Moradores de Bagdá observam local de atentado ocorrido nesta terça-feira (2); ministro diz que ao menos 64 morreram

O número de mortos em uma série de ataques a bomba em áreas majoritariamente xiitas de Bagdá, capital do Iraque, nesta terça-feira (2) chegou a 64, com ao menos de 360 feridos, informou o ministro da Saúde nesta quarta-feira (3).

continua após publicidade

As explosões ocorreram horas depois de uma cerimônia religiosa em homenagem aos reféns e policiais mortos no último domingo (31) durante um ataque a uma igreja católica, o que levou o governo iraquiano prometer melhorar a segurança para a minoria cristã no país.

continua após publicidade

Os ataques mostram que a capacidade da insurgência - enfraquecida, mas persistente - de realizar atentados em larga escala tem sido subestimada pelas autoridades americanas e iraquianas.

continua após publicidade

O Iraque continua afundado na incerteza política quase oito meses depois de uma eleição inconclusiva, aumentando temores de que grupos sunitas como a rede terrorista Al Qaeda possam usar a tensão para reascender a guerra sectária.

Apesar de o ministro da Saúde, Saleh al Hasnawi, ter confirmado o número de 64 mortos, a cifra ainda pode mudar. Uma fonte do Ministério do Interior disse que o total de vítimas pode chegar a 76. Números conflitantes após os ataques são comuns no Iraque.

continua após publicidade

Copyright Thomson Reuters 2009