Geral

Republicanos cravam primeiros ganhos no Senado

Da Redação ·
 Apesar dos ganhos, ainda não está claro se os republicanos terão fôlego para tirar dos democratas a maioria no Senado
fonte: Divulgação
Apesar dos ganhos, ainda não está claro se os republicanos terão fôlego para tirar dos democratas a maioria no Senado

A oposição republicana cravou seus primeiros ganhos nas eleições de meio de mandato de terça-feira nos Estados Unidos em meio à expectativa de recuperar o controle da Câmara dos Representantes e reduzir a maioria democrata no Senado.

continua após publicidade

Candidatos republicanos já posicionam-se para tomar cadeiras no Senado antes mantidas pelos democratas. O republicano Dan Coats, ex-embaixador norte-americano na Alemanha, voltará ao Senado por Indiana depois de dez anos de ausência. Ele derrotou o democrata Brad Ellsworth e a libertária Rebecca Sink-Burris na corrida pela sucessão do democrata Evan Bayh. Coats deixou o Senado dos EUA em 1999 para ser lobista, mas decidiu voltar a concorrer por declarar-se descontente com o governo democrata.

continua após publicidade

Já em Kentucky, o também republicano Rand Paul foi eleito na esteira do apoio da ala ultraconservadora Tea Party e das duras críticas ao governo do presidente Barack Obama. Os dados baseiam-se em bocas-de-urna conduzidas pela Associated Press. Os democratas tinham esperança de ganhar a cadeira por Kentucky, apostando no fato de Paul ser distante do mainstream político norte-americano.

continua após publicidade

Ao mesmo tempo, Rob Portman, um ex-funcionário do governo George W. Bush, venceu a disputa em Ohio, segundo projeções da Associated Press. Pela Carolina do Sul, o republicano Jim DeMint reelegeu-se senador ao derrotar o veterano de guerra Alvin Greene, segundo boca-de-urna da AP. Os republicanos também mantiveram suas cadeiras no Alabama, na Georgia e em New Hampshire. O cubano-americano Marco Rubio, estrela do bloco ultraconservador Tea Party, foi eleito pela Flórida.

Apesar dos ganhos, ainda não está claro se os republicanos terão fôlego para tirar dos democratas a maioria no Senado. Os republicanos precisam recuperar um saldo de dez assentos para retomar a casa.

continua após publicidade

O candidato democrata Patrick Leahy, segundo mais antigo membro do Senado na atualidade, manteve sua cadeira por Vermont nas eleições desta terça-feira nos Estados Unidos, segundo pesquisa de boca-de-urna. Eleito pela primeira vez em 1974, o político de 70 anos derrotou o republicano Len Britton e mais cinco candidatos para obter seu sétimo mandato.

Já em Nova York, os democratas Charles Schumer e Kirsten Gillibrand venceram as duas cadeiras em disputa, segundo projeções. Além de Vermont e Nova York, os democratas mantiveram suas cadeiras por Delaware, Connecticut, Maryland e Virginia Ocidental. As informações são da Associated Press.