Geral

Suposto membro das Farc estaria entre vítimas de massacre

Da Redação ·

Um americano de origem mexicana e um colombiano apontado como membro das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) estão entre as 13 vítimas do massacre do último fim de semana em um centro de recuperação de drogados em Tijuana, no norte do México.

continua após publicidade

O colombiano foi identificado como Wilson Ramírez Peña, de 42 anos. A idade e o nome coincidem com as de um militante das Farc, mas a Justiça mexicana ainda não confirmou se trata-se da mesma pessoa.

continua após publicidade

A imprensa mexicana, no entanto, informou que Peña tem uma longa ficha criminal na Colômbia e que é considerado membro de uma frente urbana da guerrilha. O americano de origem mexicana foi identificado como Jorge Palacios Boya, de 37 anos, nascido em Chicago.

continua após publicidade

As 13 pessoas foram assassinadas no último domingo (24) no centro de reabilitação El Camino AC, em Tijuana, na fronteira com os Estados Unidos. O ataque foi atribuído pelas autoridades aos cartéis que controlam o tráfico de drogas.

A Justiça mexicana investiga a possibilidade de a chacina estar relacionada com a apreensão de 134 t de cocaína na semana passada na região.

continua após publicidade

Além do massacre de Tijuana, o México registrou outras duas matanças em menos de uma semana. Na última sexta-feira (22), 14 pessoas foram assassinadas em uma festa em Ciudad Juárez, também na fronteira com os Estados Unidos. Nesta quarta-feira (27), 15 pessoas foram mortas em um lava a jato na cidade de Tepic, região oeste do país.

Copyright AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados