Geral

PE confirma 1ª morte de paciente com superbactéria

Da Redação ·

A Secretaria de Saúde de Pernambuco confirmou ontem a primeira morte de um paciente infectado por Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase (KPC), a superbactéria. A mulher, de 57 anos, estava em um hospital particular, que ainda não havia registrado casos envolvendo a bactéria. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o dia 7 de setembro e sofria de síndrome de Cushing (doença metabólica causada pelo excesso do hormônio cortisol no sangue), hipertensão crônica e diabete.

continua após publicidade

A causa da morte, no prontuário médico, de acordo com a secretaria, foi choque séptico e, segundo os especialistas, não é possível definir com precisão a influência da KPC no óbito, já que o estado de saúde da paciente era muito grave.

continua após publicidade

Outro caso de KPC também foi confirmado no Estado, o de uma paciente que está internada em um hospital público. Ela passa bem e deverá ter alta em breve, segundo a secretaria. Com isso, Pernambuco contabiliza seis casos da bactéria notificados oficialmente - os outros quatro pacientes, confirmados na última sexta-feira, continuam isolados e recebendo tratamento médico, sem alteração do quadro de saúde.

Segundo a secretaria, a primeira morte no Estado foi notificada na manhã de ontem, quando o hospital privado isolou a bactéria nos exames da paciente. Antes que o tratamento recomendado pudesse surtir efeito, a paciente veio a falecer, no começo da tarde. Além orientar o hospital nas medidas de prevenção, a secretaria recomendou a coleta de materiais de pacientes que também estavam na mesma UTI, a fim de verificar se há mais pessoas com KPC.