Geral

Audiências do caso Eliza serão retomadas em novembro

Da Redação ·
 O ex-goleiro Bruno Fernandes, acusado de desaparecer com a ex-amante Eliza Samudio, dá entrevista após audiência no Fórum Lafayette, em MG
fonte: Luiz Costa/Jornal Hoje em Dia
O ex-goleiro Bruno Fernandes, acusado de desaparecer com a ex-amante Eliza Samudio, dá entrevista após audiência no Fórum Lafayette, em MG

As audiências sobre o desaparecimento de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, só serão retomadas no dia 3 de novembro, informou o TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) na manhã desta quarta-feira (27). Marcada para as 10h, testemunhas de defesa serão ouvidas no Fórum de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, na 3ª Vara Criminal de Precatórias Criminais, pela juíza Lucimeire Rocha.

continua após publicidade

Sobre o caso Eliza, testemunhas já foram ouvidas em Contagem, Vespasiano e em Belo Horizonte. Na segunda-feira (26), os acusados Bruno Fernandes, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, Dayanne Rodrigues do Carmo Souza, Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, Sérgio Rosa Sales, Fernanda Gomes Castro, Flavio Caetano Araújo, Elenilson Vitor Silva e Wemerson Souza, o Coxinha, participaram da última audiência em BH.

continua após publicidade

Na ocasião, o goleiro e disseram aos jornalistas que a jovem está viva e que eles não mereciam estar presos. Macarrão afirmou ainda que a Eliza conseguiu "acabar com a vida de todos".

continua após publicidade

- A Eliza sempre falava que ia acabar com a vida do Bruno. Mas ela acabou com a vida de todos, inclusive com a minha. Ela está viva e escondida em algum lugar.

Bruno reforçou a afirmação de Macarrão e disse acreditar que a ex-amante está em São Paulo. O ex-goleiro ainda afirmou que "não matou ninguém e que não merecia passar por isso".

continua após publicidade

- Ainda não cedi o material genético para o DNA, mas se precisar eu faço isso e assumo o filho sem problemas. Não mereço estar preso, pois tenho família e profissão.

continua após publicidade

A audiência terminou por volta das 17h. Foram ouvidas quatro testemunhas de defesa: Alonso José Santos, Sérgio de Paula e Juraci Elias de Paula, porteiros do condomínio de Bruno em Contagem (MG), e o vigilante Valdeci Santiago de Oliveira. Outras três foram dispensadas.

continua após publicidade

As testemunhas que prestaram depoimento afirmaram que não viram o ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, no sítio do goleiro, e que não conhecem a ex-amante do atleta Fernanda Gomes Castro. Eles são acusados de homicídio triplamente qualificado.

Bruno agora só dia 3 em Ribeirão das Neves. Lá é a juíza da vara de precatórias precatórias de lá. Todas as testemunhas aí já foram ouvidas. Testemunhas arroladas pela defesa dos acusados.

Fórum de Ribeirão das Neves, às 10h, dia 3 de novembro. Já teve uma audiência em Neves, mas não deu tempo de ouvir todo mundo. Será na 3ª Vara Criminal e de Precatórias Criminais, pela juíza Lucimeire Rocha.